Procuramos projetos criativos para BigCase de Esclerose Múltipla

Desde sempre, investimos em desenvolvimento científico com o objetivo de melhorar a vida de milhares de pessoas, somos pioneiros em produtos farmacêuticos e diagnósticos, e comprometidos com o nosso propósito – ?fazer agora o que os pacientes precisar?o no futuro.

Garantir o acesso à saúde é o nosso compromisso diário, por isso, lan?amos o Desafio BigCase. Estamos de portas abertas e convidamos os participantes a ajudarem a transformar a vida de pessoas com esclerose múltipla por meio de solu??es inovadoras e métodos n?o medicinais.

Sobre o Projeto

O desafio?“Como melhorar a qualidade de vida das pessoas impactadas pela esclerose múltipla por métodos n?o farmacológicos ”?se baseia na realidade do paciente, que está inserido em um cenário composto por relacionamentos, carreira, desejos e uma série de fatores externos. Por isso, transformar a vida de uma pessoa que possui esclerose múltipla vai além do tratamento medicamentoso ou uma terapia adjuvante: é preciso ampliar o acesso à informa??o de qualidade e proporcionar apoio para lidar com os impactos do dia a dia.

A ideia é entender os desafios dos pacientes – e de todos ao seu redor – e propor solu??es que atendam às suas necessidades a longo prazo, para impactar um grande número de pessoas. As propostas ser?o avaliadas por critérios de inova??o, coerência, viabilidade e clareza em todas as suas etapas de execu??o.

Reconhecimentos

Os desafiados com melhores cases ganhar?o vouchers de R$ 250,00 reais da Livraria Saraiva e uma capacita??o para prototipar e apresentar as ideias finalistas aos gestores da Roche na sede em S?o Paulo. Os vencedores também ser?o premiados com um computador Dell Inspiron 2 em 1.

Como participar

Se você está cursando o ensino superior ou tem até dois anos de formado pode se inscrever, basta fazer o cadastro no site da?BigCase, montar seu grupo (de duas a quatro pessoas) e come?ar o desafio. As inscri??es v?o até o dia 26 de novembro. Participe!

Para mais informa??es, assista o vídeo a seguir: