Dia Mundial do Parkinson

Celebrado em 11 de abril, Dia Mundial do Parkinson alerta sobre a doen?a que afeta milh?es de pessoas no mundo. Saiba mais.

Doen?a de Parkinson afeta 1% da popula??o mundial acima dos 65 anos.

O Dia Mundial do Parkinson, celebrado no dia 11 de abril, foi criado para conscientizar a popula??o sobre a doen?a. que atinge mais de 8 milh?es de pessoas no mundo,podendo levar à incapacita??o importantes.

A doen?a de Parkinson é uma doen?a neurológica degenerativa, progressiva, que afeta o sistema nervoso central e as pessoas acima de 65 anos s?o mais frequentemente acometidas. O distúrbio atinge as células presentes na chamada regi?o negra do cérebro, responsável pela produ??o da dopamina, um neurotransmissor com papel fundamental na fun??o motora. As causas exatas da doen?a de Parkinson ainda s?o desconhecidas pela medicina.

Os sintomas mais frequentes s?o tremores, rigidez nos músculos, lentid?o nos movimentos e altera??es na fala e na escrita. Além disso, pessoas com Parkinson podem apresentar sintomas n?o motores, como dores, cansa?o, depress?o, ins?nia, altera??o de memória e tontura, entre outros.

No Brasil, estima-se que existam cerca de 200 mil pessoas com a doen?a. O tema é preocupante devido ao envelhecimento crescente da popula??o, que aumentou cerca de 16% nos últimos cinco anos - segundo o IBGE.

Inova??o: o DNA da Roche

Todo ano, cerca de 700 milh?es de novos casos de transtornos mentais e neurológicos s?o identificados no mundo. A Roche, líder mundial em biotecnologia, atua nas doen?as neurológicas desde 1974 - ano em que disponibilizou o primeiro medicamento para o Parkinson.

A líder médica da divis?o de negócios Specialty Care da Roche Farma Brasil, Cintia Scala, destaca que "a empresa desenvolve pesquisas para tratamento de diversas doen?as neurológicas, como Alzheimer, Huntington, Autismo, Esclerose Múltipla Doen?a de Duchenne e Atrofia Muscular Espinhal. "Somos a farma que mais investe em P&D (Pesquisa & Desenvolvimento) no mundo, 20 % do faturamento da Roche é destinado ao estudo de necessidades médicas n?o atendidas. é um orgulho saber que as pesquisas nas doen?as neurológicas, inclusive doen?a de Parkinson, est?o caminhando, algumas delas, para doen?as que ainda n?o tem tratamento específico."

Conteúdos relacionados no site da Roche

?

Referências

?